Guerras e Pandemias e a futura presentificação pelo Amor e pela Cura [uma visão Cristã e Astrológica]

Caso queira, possa e deva me ajudar financeiramente: https://apoia.se/leconde   O ódio (proveniente de Marte) e o medo (proveniente de Saturno) são rasos, fazem parte da temporalidade de um estar usando dessas forças (ambos os planetas) de maneira deformada, “por isso” o ódio e o medo se estendem pela História com poucas mudanças de conteúdo (o Ser) e [...]

Deus está morto realmente?

Caso queira, possa e deva me ajudar financeiramente: https://apoia.se/leconde   Deus está morto realmente? Nietzsche gritou a frase mundialmente conhecida: Deus está morto. Será? Quando observamos nosso processo de libertação de um antigo eu, ao fazermos exercícios espirituais, ao servirmos espiritualmente, ao criarmos espiritualmente e nos elevarmos pouco a pouco, sabemos que hábitos antigos vão sendo [...]

I. A. Ireland | Final para um Conto Fantástico | uma crítica poética

          Em um momento fora, em outro dentro, as possibilidades: estar trancado em um recinto; estar num corpo e não conseguir sair, não lograr estar em outros cômodos, em outros estados de si; ao buscar conhecer-se acabar preso; não ser capaz de ir além do que uma única porta permite... E [...]

Guerras e Pandemias e a futura presentificação pelo Amor e pela Cura

Caso queira, possa e deva me ajudar financeiramente: https://apoia.se/leconde                     O ódio e o medo são rasos, "por isso" se estendem pela História com poucas mudanças de conteúdo e na adoção de qualquer forma que se fixa como aparência - muda a forma das materializações das armas, por [...]

Chuang Tzu | O Sonho da Borboleta | uma crítica poética

Sonhar... e quanto desse verbo pode nos trans-formar? Gerar uma forma outra, que transpõe a barreira do que se imaginava ser possível. Se sonhar é acordar para o invisível, o que vem depois? Quanto do que somos vem após sonharmos com nós mesmos? E se temos um pesadelo, a realidade não converte-se naquilo que nos [...]

Alexandra David-Neel | No encalço do Mestre | uma crítica poética

          Os sapatos que levo no corpo moldam meus passos, e os passos, em seu percurso de linhas tortas, com o tempo deixam o sapato roto. A pegada que fica é a das solas, ela será a Forma deixada para os que permanecem em vida quando os pés já tiverem ido [...]

Ah’med Ech Chiruani | Os Olhos Culpados | uma crítica poética

Os olhos (e todos os órgãos) são estrelas do corpo. Radiantes perante os ensinamentos da vida, seguem em aprendizado constante. Um céu com estrelas que queimam, apagando a si mesmas, é menos céu em termos de sua grandeza?           Através desta analogia, eis uma crítica poética ao que Ah'med, em seu [...]